back Voltar ao Blog



Dança Havaiana


Para os havaianos a Hula ou Dança Havaiana é tanto uma celebração pela vida como um atestado de orgulho da identidade cultural. De acordo com a lenda, a Hula se originou quando Pele, a deusa havaiana do fogo, mandou sua irmã mais nova Hi’iaka dançar. As escolas iniciaram em honra a deusa da dança e templos foram dedicados a ela. Os dançarinos viviam nos templos sujeitos ao regime de árduo teeinamento e KAPU (proibições) apropriados a sagrada arte da hula.

A Hula foi o método pelo qual os havaianos passavam adiante as histórias e lendas de sua cultura para as próximas gerações. HULA KAHIKO ou Hula Antiga usa danças e cânticos para relatar orgulho e história, custumes, cerimônias e tradições do antigo Havaí e seu povo. HULA A’UANA ou Hula Moderna, é a dança com a qual a maioria das pessoas está familiarizada, que combina dança e música mais alegre, contagiante e espirituosa recontando a vida comtemporânea nas ilhas.

Missionários que chegaram as ilhas em 1820 acharam que a Hula era um pouco sugestiva e a colocaram for a dos padrões como uma prática pagã. Entretanto, durante o reinado de David Kalakaua (1874-1891) houve um ressurgimento dos antigos costumes havaianos, incluindo atividades esportivas e Hula. “Hula é a linguagem do coração e portanto a batida do coração do povo havaiano,” ele uma vez disse.

Hoje em dia, pessoas de diferentes culturas passam horas pesquisando cânticos e praticando técnicas de dança como parte de um Halau ou academia de Hula, perpetuando o respeito, o amor e compartilhando o que é essencial nesta arte de dança que são os movimentos, palavras e música.

A Hula é a dança havaiana que conta uma história. A música é formada por cantos repetitivos chamados de MELE, podem ser recitados ou combinados com música. A Hula começou no antigo Havaí como uma forma de adoração. Os instrumentos eram feitos de material natural: Ipu (cabaça), Ipu Heke (combinação de duas cabaças uma pequena e uma grande), Puniu (metade de um côco coberto com pele de tubarão) e o Ukele (um violão pequeno). As mãos e os movimentos de pernas combinam com a expressão facial e a dança por si mesmo conta a história da Hula.

A Hula sobrevive hoje através de estudos, competição e shows. Mas muito está na preservação dos HALAUS, escolas de dança, que ainda preservam a essência da cultura havaiana. Um Halau é dirigido por um Kumu Hula, professor de Hula, e quem faz parte de um Halau é chamada de Haumana, aluna ou estudante.

Lucie.Barreira
Fonte: http://www.saracaldas.com/havaiana/havaiana.html
Terça, 09 de Setembro, 2014 por Lucie.Barreira