back Voltar ao Blog



Segredos e Dicas para uma noite de Kizomba - 5ª Parte - A Dança


Acabaste de chegar ao mundo da Kizomba e ainda não percebes bem como funciona? Bom, então estes artigos são para ti, aqui vão algumas dicas úteis e interessantes sobre várias coisas que deves saber antes de te aventurares pela pista fora!


A Roupa | O Perfume | O Convite | O Abraço | A Dança | A Despedida



A DANÇA

Quando estiveres a dançar mantém sempre atenção aos pares em teu redor, adapta a tua dança ao espaço que tens, um toque ou outro noutro casal é normal, mas se andares aos “carrinhos de choque” vais levar com uns olhares reprovadores e eventualmente uma chamada de atenção menos simpática.

Senhoras
Descontrair e “deixar-se levar” é sempre uma boa prática, não tentes adivinhar o que o homem quer, deixa-te ser levada e espera pela condução do homem. A Kizomba é cheia de paragens, improvisações e interpretações musicais, ele pode querer parar a base a meio e tu já estás lançada sozinha para o fim.
Tem cuidado, por vezes ao tentarem ser leves na dança as mulheres acabam por ir um pouco “à frente” do homem, quebrando completamente a união do par. Se dançares de cabeça junta consegues sentir isso bem, a pressão tem de ser sempre igual, se tu fores à frente parece que andas às cabeçadas.

Cavalheiros
Se estás a aprender a dançar e ainda só sabes pouco mais do que o básico, não te deixes intimidar pelos “prós” ao teu lado, todos eles começaram como tu e com a prática chegas lá num instante. Procura fazer o que sabes, mesmo que pouco, bem e com “alma”, porque isso vale muito mais do que tentares fazeres mil e uma coisa aos empurrões.
Acredita que não é com muitos passos que vais fazer as senhoras gostarem de dançar contigo, mas sim se dançares com tranquilidade e a sentir a música.
Tenta perceber que tipo de dança a senhora prefere mais, algumas preferem mais tranquilo, sem grandes passos e no lugar, outras vão preferir fazer mais passos e passear pela pista. Normalmente consegues perceber isso pela sua inércia. Em último caso, vai experimentando e logo percebes como é que ela fica mais confortável, não imponhas o teu modo preferido de dançar, tenta encontrar um ponto intermédio pelo menos.
Se estás num nível de dança mais avançado do que a senhora, é desagradável ficares o tempo todo a fazer passos que ela não acompanha, tenta sempre adaptar o nível de dificuldade dos passos, caso contrário ninguém se vai divertir e provavelmente a senhora vai sentir-se incomodada por não te conseguir acompanhar.
Se gostas de encostar a cabeça no par, lembra-te sempre de limpar o suor da cara antes de começares a dançar com uma senhora nova.
Dança sempre com respeito e em conformidade com a confiança que tens com o par, mais do que o factor “mau cheiro”, o ser “abusador” é o que as senhoras mais comentam entre elas, se tiveres uma má postura rapidamente ficas a dançar sozinho.
Existe um certo receio associado à diferença de alturas do par, contudo, não é isso que vai influenciar a tua dança, basta dançares com tranquilidade, sentindo e adaptando os teus passos ao fluir da música.


<< 4ª Parte - O Abraço                          6ª Parte - A Despedida >>

Dançaki
Texto original DançaKi, todos os direitos reservados.
Quinta, 25 de Dezembro, 2014 por Dançaki